Bem vindo, Visitante.   .:::.   Login
Login
CMEI's - SME - Itaberai

Centros Municipais de Educação Infantil - CMEIs




A Creche Filhos de Davi localiza-se na Rua São Dimas, Bairro São Dimas, na cidade de Itaberaí, Estado de Goiás. Ela foi criada e amparada pela Lei nº 952/2005, na gestão do prefeito Wellington Rodrigues da Silva.


A creche que até então se chamava São Dimas, por muito tempo funcionou no antigo prédio da AAME, local onde servia um sopão filantrópico para as pessoas mais carentes do bairro. Ao ser extinta, a AAME, aproximadamente por volta da década de 80, passou a ser destinada provisoriamente a creche.


Com o prédio desativado no ano de 1997, na gestão do prefeito Juvenal Raimundo de Lima, a creche iniciou suas atividades atendendo aproximadamente 50 crianças com idade de 2 a 5 anos, atendendo uma das necessidades da comunidade, especificamente das mães que precisavam trabalhar fora. Atualmente atendemos em torno de 190 crianças.


O nome da Instituição fora escolhido em homenagem ao bairro e a igreja São Dimas. O antigo prédio possuía 1 cômodo que servia como cozinha e dormitório, 1 sala que servia para coordenação, secretaria, depósito de alimentos, produtos de limpeza, higiene e materiais pedagógicos. Na área livre realizava as atividades pedagógicas, a qual também servia de refeitório, dois pequenos banheiros com chuveiros e dois sanitários, em estado deploráveis.


A construção de um novo prédio com condições adequadas e adaptado para atender a faixa etária, concretizou-se no ano de 2005, passando a se chamar Creche Filhos de Davi.


A instituição oferece educação infantil, sendo crianças com idade de 8 meses a 5 anos (Berçário I e II, Maternal l, Maternal II A, Maternal II B, Jardim I A e Jardim I B. A Instituição elabora e executa a proposta pedagógica dentro do art. 9, inciso IV da Lei 9.349/96.


O bairro possui alguns atrativos como: a igreja católica São Dimas, localizada próxima à creche. No mesmo quarteirão está instalada a Escola Municipalizada São Dimas. Temos no bairro uma área de lazer bastante frequentada (pesque-pague) próximo ao principal rio que banha a cidade, denominado Rio das Pedras.


Outro aspecto que caracteriza bem o bairro é o Cemitério Municipal São Miguel. Aos arredores da creche há duas indústrias de laticínios que fazem limite com a Avenida Goiás e dá acesso as principais ruas comerciais de Itaberaí.


O Centro Municipal de Educação Infantil Santa Clara (CMEI) está localizado na cidade de Itaberaí, estado de Goiás, no bairro Vila Comunitária o qual faz divisa com os bairros Fernanda Park I, especificamente na Rua "S" esquina com a T6, quadra 10, lotes 12 e 13, área institucional 03, Vila Comunitária, Itaberaí - GO. Construída no ano de 2004, através da parceria entre a Prefeitura de Itaberaí na gestão da prefeita Rita de Cássia Mendonça e UNILEVER do Brasil. A referida empresa, uma multinacional, interessada em promover mais justiça social nos municípios onde mantém negócios, no caso de Itaberaí um dos grandes fornecedores de tomates, fez um estudo da realidade, para conhecer as principais necessidades e problemas das crianças e adolescentes itaberinos. E dentre as maiores necessidades constatadas foi a necessidade de uma creche.


Realizada a parceria, a UNILEVER juntamente com o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Itaberaí, decidiu aplicar R$ 100.000,00 (cem mil reais) dos recursos doados ao município, para a construção da creche no bairro Vila Comunitária, na contrapartida a Prefeitura disponibilizou mais R$ 100.000,00 (cem mil reais) para a conclusão da obra, posteriormente foi doado mais R$ 35.000,00 (trinta e cinco mil reais) do referido fundo para a compra de equipamentos e móveis para estrutura da instituição.


A instituição foi entregue à comunidade em dezembro de 2004, porém as suas atividades foram iniciadas em 02 de maio de 2005, porém o ele deu início às suas atividades em maio de 2005, na gestão do prefeito Welington Rodrigues da Silva, com atendimento a 70 (setenta) crianças entre 02 a 04 anos de idade. A princípio para atender as mães trabalhadoras rurais e diaristas com o foco de assegurar um lugar seguro e educativo para seus filhos enquanto trabalham. Desde então, a Prefeitura Municipal juntamente com a Secretaria Municipal de Educação, mantém em funcionamento a instituição.


Nos últimos anos nota-se uma mudança neste perfil, pois a maioria das famílias atendidas trabalham na Empresa SSA, situada próxima à instituição, além dos pequenos comerciantes e servidores públicos. Várias crianças são filhos de mães solteiras, pais separados, alguns sob a responsabilidade dos avós, muitos em situação de risco.


A creche que até 2012 se chamava Creche Municipal Santa Clara instituída pela Lei de Criação e Denominação nº 925/2005, atualmente denomina-se Centro Municipal de Educação Infantil Santa Clara através da Lei nº 1.245/2013. O CMEI atende crianças de vários bairros da região norte da cidade que compreende os setores Fernanda Park; Vila Comunitária; Jardim Neco de Faria; Vó Diolinda; Bairro Alto da Boa Vista e Bela Vista; João de Barro; Itavylle; Residencial Melissa e Recanto do Bosque II. Tais bairros presentam características periféricas e um rápido crescimento populacional de pessoas oriundas de outras cidades e estados, principalmente do Maranhão, Pará (Região Norte e Nordeste), formando assim um contingente de moradores não fixos.


O nome da Instituição "Santa Clara" foi sugerido pela UNILEVER, pelo fato dos seus membros serem devotos de Santa Clara e segundo eles por ser protetora da comunicação. No início das instalações do CMEI, essa empresa anualmente visitava a instituição, tirava fotos e olhava os projetos temáticos trabalhados e ajudava a instituição no que precisava como vasilhames, brinquedos entre outros.


O principal motivo da criação deste CMEI, como já foi mencionado foi atender as famílias do bairro Vila Comunitária e bairros vizinhos, que necessitavam de um local seguro e confiável para deixar seus filhos enquanto trabalhavam, porém com o crescimento do bairro, principalmente por imigrantes nordestinos a procura de trabalho o CMEI atualmente não está conseguindo atender a demanda de crianças, pois a procura por vagas é constante e as salas estão com a quantidade adequada conforme a legislação, o CMEI possui um caderno onde são anotados os nomes das crianças e quando surge vaga ligam para ocupá-la.


A creche São Francisco pertence à Paróquia Nossa Senhora D'Abadia através da entidade gestora a Associação Creche São Francisco que faz parte da paróquia.


A Igreja do Brasil todos os anos durante a quaresma faz a campanha da fraternidade e traz um tema para ser refletido entre os seus cristãos. No ano de 1999 tínhamos como tema Trabalho e Fraternidade e como Lema: Sem Trabalho Por quê?


Para trabalharmos essa realidade em Itaberaí o Conselho Pastoral, presidido pelo então Pároco Elígio Silvestri, decidiu fazer uma pesquisa quantitativa no município todo, para conhecer essa realidade. Com os dados da pesquisa em mãos a paróquia percebeu que havia trabalho em nosso município, porém, não havia lugar onde os pais pudessem deixar suas crianças para trabalhar, principalmente para as mulheres.


Neste período havia em Itaberaí uma única creche que atendia cerca de 30 crianças no bairro de São Dimas. Então a paróquia toma como ação concreta da Campanha da Fraternidade 1999, construir uma creche em um dos bairros da periferia. Como a paróquia já tinha o reforço escolar no bairro Fernanda Park, ficou decidido então que a creche seria no Jardim Cabral, mais precisamente na comunidade de São Francisco, na qual é o ponto central de 5 comunidades eclesiais de base da paróquia, essa creche atenderia crianças das comunidades: Santo Antônio, São Francisco, Boa Esperança, Santos Reis e Vila Rezek.


Neste ano o Jardim Cabral ainda não era todo asfaltado, e onde havia asfalto, já estava precário com erosões por causa da chuva e por falta de cuidados do poder público e não havia rede de esgoto também.


A creche está situada na Rua 21 Quadra 51 Lote 03 s/n Jardim Cabral, perto da GO 070 e BR 060.

O prédio que sediará o novo CMEI, localizado no Residencial Ana Marcela e Setor Alto da Boa Vista, foi construído a partir de uma parceria firmada entre o governo federal e a Prefeitura Municipal de Itaberaí, no ano de 2010. O governo federal criou o Programa Nacional de Reestruturação e Aquisição de Equipamentos para a Rede Escolar Pública de Educação Infantil (Proinfância), por considerar que a construção de creches e pré-escolas, bem como a aquisição de equipamentos para a rede física escolar desse nível educacional, é indispensável à melhoria da qualidade da educação.

Através do Plano de Ações Articuladas (Par) a prefeitura Municipal, apresentou proposta de construção de creche para a região norte da cidade de Itaberaí, visto que a demanda existente era muito alta e o FNDE ao analisar a proposta, aprovou toda a documentação, os projetos de implantação, concedendo o financiamento da obra. Ao município coube a contrapartida de preparação do terreno, instalação de água e luz e construção do muro e jardim.

A quantia no valor de R$ 1.425,299,76 (um milhão, quatrocentos e vinte e cinco reais e setenta e seis centavos) foi repassada ao município aos poucos, à medida que a obra era executada e a documentação necessária era apresentada ao FNDE, pela Secretaria Municipal de Educação. A obra em questão foi iniciada em dezembro de 2012 e ficou pronta em agosto de 2014. Como o recurso não previa a construção de muros e jardim, o município teve que se estruturar para projetar e executar essa parte da obra com recursos próprios e essa foi à etapa seguinte á conclusão da obra. Os projetos de muro e jardim foram elaborados, licitado e contratados.

A unidade construída no âmbito do Proinfância é dotada de ambientes essenciais para a aprendizagem das crianças, como: salas de aula, sala de informática, bibliotecas, sanitários, fraldários, recreio coberto, parque, refeitório, entre outros ambientes, que permitem a realização de atividades pedagógicas, recreativas, esportivas e de alimentação, além das administrativas e de serviço. O novo CMEI tem capacidade de atender 240 crianças em turno parcial ou 120 crianças em tempo integral.

Após ter sua construção concluída em setembro de 2014, outro trabalho executado foi a elaboração de documentos para que o CMEI fosse criado e aprovado pelo CME de Itaberaí, para que pudesse entrar em funcionamento. Todo o trabalho realizado tem como meta principal o atendimento de crianças que já compõem uma fila de espera por vagas, existente e claro atender à crianças no seu direito essencial.